Mariano Rajoy, Eleito Presidente Do Governo, Com A Abstenção De 68 Socialistas 1

Mariano Rajoy, Eleito Presidente Do Governo, Com A Abstenção De 68 Socialistas

O candidato do PP, Mariano Rajoy, foi eleito presidente do Governo, por maioria fácil, ao alcançar 170 votos em prol, do PP, Cidadãos, CC, Fórum e UPN, 111 contra e sessenta e oito abstenções dos socialistas. Contra votaram Unidos Podemos, ERC, PNV, PDECat, as linhas de portas, Bildu e Nova Canárias, como essa de quinze deputados socialistas, durante o tempo que que sessenta e oito abstiveram-se.

Rajoy foi submetido a duas conversas de investidura e 4 votações desde as eleições de vince e seis de junho. A renúncia de Sánchez, paradoxalmente, provável que à Espanha lhe tivessem suficiente dez abstenções —e não onze— pra ser investido, todavia, finalmente, encontrou 68, todos do grupo socialista. Lídia Guinart foi a primeira deputada socialista em se rebelar contra a obediência do grupo votando “não”, sempre que que as abstenções nesse grupo tinham começado pouco antes de a mão do navarro Jesus Fernández Díaz.

Algumas surpresas tinha no sentido do voto do resto dos deputados. Rajoy tem tido o suporte favorável de 134 do PP, ao que acresceu os UPN e Fórum, com os quais se apresentou em coligação nas eleições de vince e seis de junho.

  • Gestão das incidências transmitidas ao departamento dos usuários.
  • Tituslenin 12:04, 2 abril 2006 (CEST)
  • 1 Elementos identitários
  • 26 Moções dos municípios, a respeito da consulta (setembro de 2014)
  • Estou de acordo contigo em suas avaliações contra colorir o Guernica

A tabela de Maragall e de Colau empataram em dez vereadores, no entanto o aspirante separatista ganhou 21% dos votos, 20% da alcaldable de Barcelona em Commune. PP à Prefeitura de Madrid, José Luis Martínez-Almeida, depois da ressaca eleitoral.

é que a doce derrota de Almeida -consegue-se um dos piores resultados do PP pela capital, contudo conseguirá governar – foi a bomba de oxigênio que precisava de Pablo Casado. Assim, anunciou que vai expor com os dirigentes de ambas as formações pela capital, para formar um governo na câmara Municipal de Madrid.”Falarei com Villacís e com Ortega Smith”, indicou. Almeida, que neste momento se vê como prefeito da capital. Numa entrevista na Onda Zero, Albiol se mostrou esperançoso em reverter a ser prefeito por causa de “é o que quer uma parcela muito importante dos vizinhos que nos deram um suporte histórico”.

Albiol lançou uma mensagem clara ao PSOE: “O PSOE necessita agir com responsabilidade e abster-se na votação, para que governasse o que tem o suporte majoritário”. A sede do partido ecologista os Verdes na capital, organização que tem vindo pras eleições municipais de mão de Mais Madrid, foi feliz vandalizada, com uma pintura que reza “Carmena, impostor” e os vidros quebrados.